contribuidor não autenticado

Sobre este projeto

O Projeto Origens Africanas convida o público a ajudar na identificação das origens históricas de africanos trazidos pelo tráfico transatlântico de escravos. Esta página contém informações sobre milhares de africanos resgatados de navios negreiros em princípios do século XIX. Pessoas com conhecimento de línguas africanas, práticas culturais de nomeação e grupos étnicos podem ajudar a determinar as origens desses africanos identificando a provável origem etno-linguística de seus nomes.

Para mais informações contacte a equipe do Projeto Origens Africanas.

História do Projeto

O projeto Origens Africanas é resultado do trabalho de G. Ugo Nwokeji e David Eltis que, em 2002, utilizaram nomes gravados em áudio encontrados nos arquivos das Comissões Mistas de Havana, Cuba, e Freetown, Serra Leoa, para identificar suas prováveis origens etno-linguísticas. Os nomes gravados foram pronunciados por pessoas fluentes na mesma língua e sotaque que os oficiais das Comissões Mistas provavelmente falavam (por exemplo, Eltis e Nwokeji utilizaram um falante de espanhol com sotaque cubano para pronunciar nomes encontrados em registros de Havana). Isso ajudou a relacionar a pronúncia de um nome à sua grafia e, conseqüentemente, possibilitou que se chegasse à conclusões mais apuradas acerca das origens étnicas de um nome do que a utilização exclusiva do nome escrito permitia. Eltis e Nwokeji tocaram tais gravações para colaboradores na Nigéria, Serra Leoa e Angola, bem como para membros da diáspora africana em partes da América do Norte. Através das gravações, esses indivíduos foram capazes de identificar o provável grupo étnico ao qual o nome pertencia. Apesar do sucesso da pesquisa individual com informantes, a mesma se mostrou extremamente trabalhosa em termos de tempo gasto e resultou em pouco mais do que duas identificações para cada africano existente no banco de dados. Isso levou os pesquisadores a buscar um método online que possibilitasse a participação de voluntários interessados em contribuir para o projeto.

Equipe do Projeto

Muitas pessoas contribuíram para a criação e implementação desta página, dentre elas (todas afiliadas com à Emory University, exceto quando indicado):

PRINCIPAIS PESQUISADORES DA BOLSA DA NEH

  • David Eltis – Professor Woodruff de História (Emory University, Atlanta, Georgia, EUA)
  • Martin Halbert (co-pesquisador principal desde setembro de 2009) – Chefe das Bibliotecas e Professor Assistente (University of North Texas, Denton, Texas, EUA)
  • Philip Misevich (co-pesquisador principal desde Agosto de 2010) – Professor Assistente de História (Denison University, Granville, Ohio, EUA)

EQUIPE DE DESENVOLVIMENTO DO PROJETO

  • Richard Anderson – Consultor, Serra Leoa (Yale University, EUA)
  • Edna Bay – Consultora, Iniciativas de Comunicação com a Diáspora Africana
  • Alex Borucki – Pesquisador, (University of California, Irvine, EUA)
  • Kwesi DeGraft-Hanson – Consultor, Gana
  • Domingos Dellamonica – Programador
  • Daniel B. Domingues da Silva – Consultor, África Central, e Tradutor, Português (University of Missouri, Columbia, EUA)
  • Suzan Eltis – Pronúncia de Nomes em Inglês
  • Mark Kendall – Assistente de Pesquisa Voluntário
  • Omar Granados – Pronúncia de Nomes em Espanhol de Havana
  • Premysl Herold – Programador
  • Nafees M. Khan – Iniciativas de Comunicação com a Diáspora Africana (2009-2011) e Gerente (2011-12)
  • Paul Lachance (University of Ottawa)
  • Henry Love – Assistente de Pesquisa
  • Henry Lovejoy – Pesquisa dos Registros de Havana (University of California, Los Angeles, EUA)
  • Leonardo Marques – Editor de Áudio, Assistente de Comunicação e Tradutor, Português
  • Oscar Grandio Moráguez – Pronúncia de Nomes em Espanhol (York University, Toronto, Canadá)
  • Stacey Martin – Consultora, GIS
  • Liz Milewicz – Gerente (2009-2011)
  • Philip Misevich – Consultor, Alta Guiné (St. John’s University, New York, EUA)
  • Lovia Mondesir – Tradutora, Francês
  • G. Ugo Nwokeji – Consultor, Nigéria (University of California, Berkeley, EUA)
  • Ijeoma Ohiaeri – Consultora, Nigéria, e Orientação de Comunicação
  • Olatunji Ojo – Consultor, Benim e Nigéria (Brock University, St. Catharines, Canada)
  • Frank Owen – Engenheiro de Sistemas (Owenworks, Inc., Blacksburg, Virginia, EUA)
  • Daniel Prentis – Liderança Técnica (Kaktus Software, Praga, República Tcheca)
  • Jan Zich – Consultor Técnico (dpreview.com/Amazon, Seattle, EUA)

CONSELHO ACADÊMICO

  • Edna Bay (Emory University, Atlanta, Georgia, EUA)
  • Daniel B. Domingues da Silva (Emory University, Atlanta, Georgia, USA)
  • Kwesi DeGraft-Hanson (Emory University, Atlanta, Georgia, USA)
  • Allen Howard (Rutgers, The State University of New Jersey, New Brunswick, New Jersey, EUA)
  • Walter Hawthorne (Michigan State University, East Lansing, Michigan,EUA)
  • Linda Heywood (Boston University, Boston, Massachusetts, EUA)
  • Henry Lovejoy (University of Califórnia, Los Angeles, EUA)
  • Philip Misevich (Denison University, Granville, Ohio, EUA)
  • G. Ugo Nwokeji (University of California at Berkeley, Berkeley, California,EUA)
  • Olatunji Ojo (Brock University, St. Catharines, Ontario, Canadá)
  • Elisée Soumonni (Université Nationale du Bénin, Cotonou, Benin)
  • John Thornton (Boston University, Boston, Massachusetts, EUA)

Contribuidores Iniciais de Nomes Africanos

Além dos numerosos e anônimos membros do público cujas sugestões tiveram e continuarão a ter importância fundamental na reconstrução da história de africanos, nós gostaríamos de agradecer os indivíduos à seguir, cujo conhecimento, tempo e pesquisa foram inestimáveis para a criação deste projeto.

  • Kwesi DeGraft-Hanson
  • Tazieff Koroma
  • Henry Lovejoy
  • Philip Misevich
  • G. Ugo Nwokeji
  • Ijeoma Ohiaeri
  • Olatunji Ojo

Patrocinadores

EMORY UNIVERSITY (UNIVERSIDADE EMORY)

Emory University é internacionalmente reconhecida como uma comunidade diversificada voltada à pesquisa e engajada eticamente. Os seus membros trabalham coletivamente para a transformação positiva do mundo através da liderança no ensino, pesquisa, saúde e ações sociais. As bibliotecas da Emory University tiveram um papel fundamental na construção de uma rede nacional de bibliotecas digitais e programas educativos que tornam a biblioteca um destino comum para estudantes e pesquisadores.

O programa de bolsas da Emory University Office of the Provost’s Research Collaboration in the Humanities (Colaboração na Pesquisa em Humanidades do Departamento do Diretor da Universidade Emory) promove pesquisas interdisciplinares nas humanidades e colaborações multidisciplinares entre as humanidades e as ciênciais sociais e as ciências exatas. O programa de bolsas baseia-se na força da Emory nas humanidades enquanto promove novos diálogos entre as mais diversas disciplinas.

NATIONAL ENDOWMENT FOR THE HUMANITIES (FUNDO NACIONAL PARA AS HUMANIDADES)

O National Endowment for the Humanities (NEH) é uma agência independente do governo dos Estados Unidos provedora de bolsas de pesquisa e que se dedica à financiar pesquisa, educação, preservação e programas públicos nas humanidades. Financiamento para o projeto Origens Africanas foi providenciado através da Division of Preservation and Access (Divisão de Preservação e Acesso) da NEH, que oferece liderança e apoio ao esforço nacional em preservar e possibilitar o acesso à herança cultural que constitui a base da pesquisa, educação e programas públicos nas humanidades.

W.E.B. DU BOIS INSTITUTE FOR AFRICAN AND AFRICAN AMERICAN RESEARCH (INSTITUTO W.E.B. DUBOIS PARA A PESQUISA SOBRE AFRICANOS E AFRICANO-AMERICANOS)

O W.E.B. Du Bois Institute for African and African American Research estimula o estudo e compreensão das experiências na diáspora africana através de bolsas para pesquisadores e financiamento de um vasto leque de eventos e projetos culturais e educacionais.

Agradecimentos

O número de pessoas que apoiou este projeto e sua equipe é grande demais para ser listado aqui. Além do agradecimento sincero aos diversos indivíduos da Emory University, Emory University Libraries e do National Endowment for the Humanities que auxiliaram neste projeto, gostaríamos de agradecer especialmente à Marcy Alexander e Allison Rollins do Departamento de História da Emory University por toda a atenção e cuidado com que atenderam as necessidades administrativas deste projeto.

 
up arrow
DBI Instituto W.E.B. Du Bois
(Universidade de Harvard)
Fundo Nacional para as Humanidades Fundo Nacional
para as Humanidades
Universidade Emory
Patrocinadores:
Origens Africanas: O Portal para os Africanos Libertados de Navios Negreiros.
Todos os direitos reservados à 2009 Emory University.
 
Página desenvolvida por KAKTUS Software Spol. s r.o.